História

Em 19 de dezembro de 1987 surge na paróquia de Santo Antônio, no bairro de Santo Antônio em Manaus, um grupo jovens reunidos para a formação de catequistas e que tempos depois se tornaria um grupo de jovens, sobre a coordenação da catequese de Santo Antônio.

Em 1 Coríntios 2.9 está escrito que “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou o coração humano, o que Deus tem preparado para aqueles que O amam.”

Naquele grupo, naquele momento, aconteceu a primeira fagulha para esse amor a Deus, sem dimensões, surgia então o grupo de jovens JCC, Jovens a Caminho de Cristo.

Nos anos seguintes, devido o compromisso de seus membros e o zelo pela qualidade de seus serviços, o grupo foi conquistando espaço e crescendo na comunidade; tornou-se mais independente, passando a tomar suas próprias decisões. Estando mais a vontade para atuar, aos poucos foi se formando outra identidade importante dentro do grupo – a espiritualidade, exercida através da celebração litúrgica, dos sacramentos, da música, da oração e da leitura orante da palavra.

Em 1993 aconteceu um episódio que pode ter sido o momento mais importante da história do JCC. No mês de novembro daquele ano, eles se reuniram decididos que seria a última vez, porém antes de “lavarem a roupa suja” decidiram fazer um momento de adoração ao Santíssimo e assim a atmosfera espiritual se formou. O que antes acreditavam que seria um encontro de desapontamentos, mágoas e dores, tornou-se um momento de perdão, contrição e amor. Deus encheu o coração daqueles jovens com avivamento e uma visão espiritual de muitos jovens louvando a Deus.

Um daqueles jovens era o José Geraldo, mas conhecido como Rangel. Ele é o fundador da comunidade, pois ele esteve presente em toda essa história, tomando posso as maravilhas de Deus e assumindo postura de líder, desde seu chamado, se entregando como servo humilde às vontades de Deus, não abrindo mão de ser canal de Sua graça.

Junto a ele, outros jovens se juntaram para concretizarem essa grande obra, entre eles estão a Francisca Ramos e Kelly Barcelos, hoje reconhecidas como cofundadoras, pois foram e continuam sendo esteios firmes da obra de Deus até hoje.

Não haviam limites ao grupo JCC, ainda se encontrando semanalmente na paróquia de Santo Antônio, procuravam sempre crescer ainda mais em espiritualidade, e orientados, fundamentando todas suas ações no CIC, Catecismo da Igreja Católica.

Serviços eram criados em necessidade da consolidação da fé e de seus membros. Havia as evangelizações em família, onde o grupo fazia uma visita na casa de cada participante e com muita alegria, louvor, reflexão da Palavra e partilhas, a família do participante conhecia o grupo e o grupo conhecia a família. Surgiu também as evangelizações sociais, onde o grupo visitava instituições sociais e levavam a Palavra de Deus para àquelas pessoas assistidas. O grupo começou a fazer também formações para seus membros e foi aí que surgiu o Despertai, um retiro espiritual de evangelização para outros jovens conhecerem a mesma felicidades que eles viviam rotineiramente.

No Despertai de 2001, o pároco local, Pe. Geraldo Ferreira Bendarahn, durante sua pregação, nos orientou: “Este trabalho precisa ser institucionalizado para que não pare por aqui e nem se acabe quando os membros mais antigos tiverem que deixá-lo”. A exortação de Pe. Geraldo veio casar com o nosso desejo de avançar “para águas mais profundas”.

No ano de 2003, através de um romance entre um membro do grupo do JCC, Rejane Azevedo e Marcelo Menezes, membro fundado do grupo de jovens JUSC, Jovens Unidos a Serviço de Cristo, alguns membros deste mesmo grupo viveu experiências nas formações feitas pelo JCC, nas formações Despertai e Pacto.

O JUSC é um grupo de jovens fundado no bairro da Compensa 1 dentro da Comunidade Imaculado Coração de Maria, da paróquia Cristo Libertador em 1998, por jovens da família Menezes, Nazário, primo do Marcelo e Jaime, estes irmãos. O JUSC nasceu da Pastoral da Juventude e servia a comunidade local com muitas ações sociais, só que como todos os grupos de jovens na época, estava quase no seu fim por desanimação dos seus membros. E foi então que o romance daqueles dois jovens, mencionado acima, começaram.

Depois de todos o grupo JUSC ter vivido a formação Pacto, feito pelo JCC, o avivamento de Deus aconteceu e o JUSC voltou, não somente com vontade de continuar seu trabalho, mas voltou querendo mais. Passou a conhecer e aplicar então a metodologia usada pelo JCC, ganhando um objetivo de existência, evangelizar a juventude com amor.

A partir desse encontro o incomodo de ver tantos grupos de jovens dentro da igreja nascerem, crescerem e morrerem se tornou muito dolorido e a necessidade de mudar essa realidade se tornou objetivo. A metodologia que o JCC vivia era muito boa e até então o grupo já era o mais antigo da paróquia com seus 16 anos e sem perspectiva de fim, pelo contrário, ajudaram a recuperar um outro grupo. Era possível levar essa metodologia a outros grupos de jovens para que os seus trabalhos de evangelização não tivesse um fim também.

Porém para isso acontecer era necessário serem mais que um grupo de jovens, precisam ir além, não ficar em uma paróquia, mas ir para a Arquidiocese, e só havia um caminho para isso, fundando uma comunidade, uma comunidade eclesial.

No dia 05 de Maio de 2005, o Arcebispo de Manaus Dom Luiz Soares Vieira, depois de conhecer toda a metodologia de evangelização da juventude e a vontade de mudar a realidade dos grupos de jovens em Manaus, autorizou o Movimento Jovens Caminhando com Cristo para atuar na Igreja de Manaus com a denominação de COMUNIDADE CATÓLICA DESPERTAI.

Usando uma metodologia que é totalmente elaborada para atender os anseios e necessidades dos Jovens, a Comunidade Católica Despertai vem atuando junto aos grupos de jovens de diversas paróquias em toda a cidade de Manaus.

O principal serviço da comunidade é oferecer assessoramento aos grupo, com a escola de liderança aos coordenadores e acompanhamento das conquistas e desafios passados por eles.

A comunidade também oferece espiritualidade com adorações ao Santíssimo semanais em que todos que atuam na comunidade, nos grupos da comunidade e a outros que desejam nos conhecer, possam viver uma experiência de fé.

Mas o grande atrativo da comunidade são suas formações, tanto de edificação quanto de avivamento espiritual. Algumas delas existem desde quando havia somente o grupo JCC como nosso carro chefe, o Despertai, nome esse que serviu de inspiração para o nome desta comunidade. As formações são experiências de verdadeiros encontro com Deus, onde a juventude se depara com ensinamentos de Deus que os tornam santos e ao mesmo tempo descolados, felizes, capazes de conhecerem dons escondidos, capacidades adormecidas, libertando o líder presente em cada um.

Seguindo o projeto da CCD, os grupos acolhem os jovens e desenvolvem com eles um trabalho de sensibilização social e valorização da vida. É um serviço com base numa forte espiritualidade e que visa o resgate do jovem em diversas dimensões – família, formação, trabalho e sociedade

Sempre Buscando a Santidade sem Medo, queremos continuar oferecendo o nosso melhor para Deus e assim continuar Servindo a Juventude com Amor.

A CCD é uma associação civil de direito privado, de caráter religioso, social e filantrópico, composta de fiéis leigos católicos (Cânon 215 do Código de Direito Canônico), de âmbito estadual, com grupos associados e sem fins econômicos.